Lívia Amorim

Lívia Amorim

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Escalabilidade e startup: Você está pronto para crescer?

Você com certeza pensa em melhorar e crescer o seu negócio. Mas como fazer isso sem aumentar tanto os gastos? Hoje vamos ajudar você a resolver o seu problema e além disso, você ainda vai aumentar o lucro exponencialmente. Está se perguntando como é possível? Então continue com a leitura e aprenda tudo sobre escalabilidade e faça parte do time dos empreendedores de sucesso!

O que é escalabilidade?

Escalabilidade é um termo que vem de economia de escala:

“As economias de escala são aquelas em que o aumento na produção resulta em uma queda do custo médio do produto.” – Dicionário Financeiro

Portanto, escalar consiste em impulsionar a produção e/ou atividades da sua empresa e significa fazê-lo com baixo investimento. Assim, o foco é fazer as receitas aumentarem muito mais que as despesas. As empresas capazes de escalar corretamente conseguem crescer até 20 vezes mais rápido, além de atrair mais clientes e capital.

Porém, primeiramente é preciso saber se sua empresa é escalável. Se você ainda não tem certeza, continue a leitura!

Empresas escaláveis e startups

As empresas startups são empresas de base tecnológica em fase inicial que tendem a desenvolver para uma grande empresa. Toda startup visa surgir com um product ou market fit, ou seja, identificar um problema no mercado e oferecer uma solução com serviços/ produtos inovadores. As startups buscam um modelo de negócio ensinável, repetível e escalável. Por isso, o potencial de crescimento dessas empresas é enorme. Contudo, as startups trabalham com grande incerteza e ajustam o product constantemente com a ajuda do feedback de seus clientes.

Ciclo de vida de uma startup

Veja a imagem e entenda rapidamente quais são os ciclos de uma startup:

Desenho informativo sobre os ciclos de uma startup.

Conheça agora os tipos de startups e saiba em que fase você está.

Large companies startups

São grandes empresas que, em algum momento da sua trajetória, precisam se reinventar e se adaptar.

Small business startups

Ao contrário das large companies startups, as small business startups são pequenas empresas. Os pequenos empreendedores costumam ter por objetivo a independência financeira.

Buyable startups

São startups que têm grandes ideias e que necessitam de investimento para girar o negócio. Crowdfunding (investimentos coletivos) e investidores anjo são alternativas interessantes para essa startup.

Lifestyle startups

São startups que surgem baseadas no que o empreendedor realmente ama. A paixão é sua maior motivação. Às vezes, maior do que o retorno financeiro.

Social startups

Podem ser organizações com ou sem fins lucrativos. O objetivo dessa startup é resolver um problema para fazer a diferença em uma comunidade.

Scalable startups

Essa é um tipo de startup escalável porque a sua estrutura e características proporcionam um crescimento rápido sem a necessidade de grandes investimentos. O maior objetivo é gerar um grande volume de capital. E essas startups têm capacidade de fazer isso, pois apresentam uma solução valiosa para o mercado. Porém, para que consigam gerar o capital que querem, procuram investidores, além de se arriscarem no mercado, acreditando na solução que a sua startup oferece.

No entanto, isso não significa que apenas Scalable startups são negócios escaláveis. Por isso, vamos ver o que é preciso para que seu negócio seja escalável: A seguir, apresentaremos algumas características essenciais para a escalabilidade e alguns cenários ilustrativos.

Sua empresa é escalável?

Buscar escalabilidade precocemente, pode acabar mal. De acordo com um estudo do Genome Report, cerca de 74% das startups que tentam escalar antes da hora falham. Porém, de acordo com o mesmo estudo, a falha de 90% das startups também ocorre devido ao crescimento exacerbado antes das mesmas estarem preparadas (como foi o caso da pets.com).

Por isso, é necessário saber qual o momento ideal para escalar antes de começar o processo.

Teste #1 – A primeira análise

Primeiramente, responda essas perguntas honestamente:

  • Ensinável: Os processos e atividades internas da sua empresa podem ser ensinados a qualquer funcionário?
  • Valioso: Seu negócio apresenta uma solução única/ valiosa – que está em falta no mercado?
  • Repetível: O modelo é ampliável e repetível?

Um processo ensinável garante que a expansão ocorra de acordo com o planejamento e de forma rápida. Ser valioso garante a relevância do seu negócio e o interesse de investidores anjo, por exemplo. E, finalmente, o fato de o modelo ser repetível/ampliável é a chave para um crescimento rápido e sem grandes complicações.

Caso a sua resposta seja sim para todos os itens acima, isso significa que sua empresa tem um modelo escalável.

Teste #2 – O teste do gargalo

Um gargalo é qualquer obstáculo que venha interferir no processo do produto / serviço final de uma empresa. Consequentemente, um gargalo interfere na produtividade e na aquisição dos resultados esperados. Por isso, antes de pensar em escalar é preciso solucionar os gargalos existentes e os que podem aparecer de acordo com o crescimento da startup.

Vamos imaginar: Você tem uma empresa que fornece serviços terceirizados de arquitetura. Se acaso algum computador não funciona, ou há um problema na rede toda a sua produção pode ser afetada. Ou ainda, se uma empresa fica sem suporte de telefonia toda a equipe de Outbound Sales é afetada, causando grandes prejuízos para a empresa como um todo. Com esses exemplos, é possível ilustrar que gargalos podem surgir quando algum imprevisto ocorrer direta ou indiretamente com o processo de produção em si. Por isso, é importante estar preparado.

Esse tipo de dor de cabeça é totalmente desnecessário. Por isso, veja o terceiro teste que preparamos para você e veja como evitar essa situação desagradável.

Teste #3 – O teste do 10 vezes mais

Agora pense em outra pergunta:

Se o meu negócio crescer 10 vezes da noite para o dia, qual os problemas que enfrentaríamos?

Você consegue crescer 10 vezes mais com o mesmo capital de giro? Você consegue ampliar em 10 vezes a sua equipe? E quanto ao espaço físico? E como ficaria a comunicação entre seus funcionários de diferentes setores? Seus clientes entrariam em contato com a empresa de que forma?

Dessa forma, o crescimento será planejado e antecipado, o que ajudará na previsão de gargalos. Dessa forma, eles poderão ser evitados, bem como qualquer outro problema que possa surgir.

A contratação de serviços de qualidade é essencial para garantir a escalabilidade e a segurança da sua empresa. Continue com a gente para conhecer alguns softwares que podem ajudá-lo a escalar.

Softwares que ajudam na escalabilidade

Ao fazer os testes acima, você provavelmente se deparou com alguns possíveis gargalos que podem atrapalhar o seu planejamento. Mas, hoje, existem muitas ferramentas e soluções disponíveis no mercado que atuam com mensalidade e podem ajudar na escalabilidade da sua empresa. Veja alguns deles abaixo:

  • Superlógica: é um sistema de gestão de clientes que ajuda no controle de assinaturas, cobranças, pagamentos, relacionamento com o cliente, etc.
  • Ramper: é um software de outbound sales que automatiza os processos de prospecção de vendas e geração de leads qualificados.
  • Nvoip: é uma plataforma de telefonia IP que busca ajudar os clientes na ampliação da presença da empresa, melhorando a qualidade do atendimento e diminuindo custos.

Gostou de aprender mais sobre escalabilidade e startup? Agora que você já sabe como verificar a escalabilidade da sua empresa que tal colocar a mão na massa e garantir sua vaga no time de empreendedores de sucesso? Entre em contato com a gente para saber como podemos te ajudar a crescer!

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn