Categorias: BlogTecnologiaVoIP

História do VoIP

1.0
01

Você provavelmente já ouviu falar do termo Voip. Deve ter uma ideia do que é essa tecnologia e certamente já usou de voz sobre ip. Mas você sabe como ele surgiu? É disso que esse artigo vai tratar. Se interessou? Então leia e saiba sobre a história do VoIP. 

O que é Voip? 

Primeiramente, antes de chegarmos efetivamente, a história do Voip, vamos a definição da sigla. VoIP (originalmente Voice over Internet Protocol) significa voz sobre IP. Um sinônimo do termo é telefonia em nuvem. Na prática, em suma, o voip possibilita fazer e receber ligações através da internet.  

Como o voip surgiu? 

A telefonia Voip é, de certa forma, uma tecnologia recente. Mas é importante salientar que a história do Voip não teria um começo se não fosse por três grandes invenções: o telefone, a Internet e o Protocolo Internet (IP). Para não ficar cansativa, vamos essa origem do Voip em duas partes. A primeira é: 

A criação do Voip 

A história do voip teve início em 1995 com uma empresa chamada Vocal Tec. Esses foram os primeiros a desenvolver um aplicativo Voip. Ele era simples, permitindo apenas que um usuário chamasse outro. Sem a opção de vídeo chamadas. Para que a ligação completasse, era preciso que os dois usuários usassem o mesmo aplicativo, além de ter um microfone e uma caixa de som. O aplicativo foi chamado de Internet Phone.  

No ano seguinte, 1996, foram criados os recursos de correio de voz pela Internet. Nesse momento da história do Voip foi possível enviar mensagens de voz através da Internet para um telefone de destino. No entanto eram comuns inúmeros problemas como qualidade de som fraca, períodos de silêncio ou delay e perda de conexão. 

Ainda em 1996 a Vocal Tec anunciou seu software em conjunto com o Microsoft NetMeeting. Dois anos depois, a Vocal Tec passou a criar modelos compatíveis com outros programas de computador. Alguns exemplos são os Softphones, que servem também para ligar e receber chamadas de telefones convencionais. 

Até o final daquele ano, as chamadas Voip representavam menos de 1% de todas as chamadas de voz. Talvez porque, embora a gratuidade das chamadas, quem ligava tinha que ouvir uma série de anúncios antes de continuar, e também depois de terminar uma conversa. 

Durante aquela década, os fabricantes de equipamentos telefônicos e especialistas em telecomunicações começaram a usar as recém-desenvolvidas tecnologias de transmissões digitais a seu benefício.  

A ideia de transferir informações através de pacotes baseados em IP foi atraente pela sua velocidade, melhora na qualidade e menor custo. A partir de então começaram a desenvolver switches com recursos de IP e, eventualmente, desenvolveram novos softwares que permitiam aos usuários anexar um ATA (Adaptador para Telefone Analógico) em seus telefones. 

Crescimento e Popularidade 

Dando continuidade a história do Voip, conforme o esperado, o Voip cresceu de forma rápida. Em 1998, três empresas diferentes introduziram um software de comutação Voip como padrão em seus equipamentos. Isso fez com que somente em 2003, o número de chamadas Voip crescesse incrivelmente de 1% para 25% de todas as chamadas de voz, somente nos EUA. 

A disponibilidade de internet banda larga foi um marco para a história do voip. A partir disso, a qualidade das chamadas melhorou significativamente. Além disso, os usuários podiam navegar na Internet, e, ao mesmo tempo, fazer chamadas de voz. Isso possibilitou e colaborou para a aprovação das pessoas em relação aos serviços Voip

Com esses avanços, os fabricantes de hardware de comunicações começaram a produzir equipamentos para chamadas Voip de forma a oferecer melhor qualidade de voz. E então, a história do Voip muda, pois ele começou a ser reconhecido como uma boa possibilidade de evitar os altos preços.

Isso por ser associado com o uso da Internet para realizar e receber chamadas de longa distância. As multinacionais, que tinham filiais em todo o mundo, também começaram a aproveitar dessas vantagens e aderir o Voip. Dessa forma o serviço se expandiu.

Atualmente, aplicativos como messenger e whatsapp usam do sistema Voip para realizar ligações. Mas antes desses, o skype em 2003, conseguiu ser o primeiro a utilizar e difundir essa tecnologia nos tempos modernos.

Como o Voip funciona? 

Agora que você já sabe da história do voip é importante saber como essa tecnologia funciona. Ela ocorre por meio de softwares que utilizam a tecnologia IP para a transmissão da voz. Em outras palavras, o sistema VoIP é baseado na tecnologia de Cloud Computing, ou Computação em Nuvem. Essa inovação permite utilizar serviços e ferramentas de computador por meio da nuvem, ou seja, a Internet.

Então, quando falamos em telefonia em nuvem ou VoIP, isso quer dizer uma telefonia que se apropria da estrutura da Internet para fornecer seus serviços, que são chamadas de voz e vídeo. Além disso, essa estrutura funciona por meio da conexão com a rede mundial de computadores e utiliza alguns dispositivos para isso. Esses dispositivos podem ser aplicativos, ATA, telefone IP, ou PABX.

Mas, para garantir a qualidade e a segurança de suas ligações, é fundamental não errar ao escolher uma operadora VoIP

Hoje, o Voip pode parecer uma tecnologia comum, afinal, a maioria das pessoas tem em suas mãos aparelhos que facilitam a comunicação. Com os smartphones, planos de dados e o valor do minuto para chamadas de longa distância ou internacionais mais baratos, essa tecnologia, muitas vezes passa despercebida.  

Mas ao pensar na utilidade do Voip, é importante considerar suas origens. E ir além disso, se perguntando com que intuito e para que público ele foi destinado no início da história do Voip. 

Diferença entre o VoIP e a telefonia convencional 

Agora que você já sabe um pouco mais sobre a história do voip, está na hora de saber porque ele vem desbancando a telefonia convencional. Entre as principais diferenças estão: 

  • tempo de ativação: é possível ativar uma linha VoIP em menos de 1 hora, sem sair de casa ou do trabalho, enquanto uma linha convencional pode demandar dias; 
  • processos necessários: para usar a tecnologia VoIP, é preciso ter uma conta em um serviço VoIP e conexão de internet. Já a telefonia convencional lhe exige planos de fidelidade, passagem de cabeamento, etc; 
  • cobrança de ligação: na telefonia convencional, a cobrança acontece por tempo e pelo tipo de ligação, com valores diferentes, dependendo da distância (ligações locais, interurbanas e internacionais). É variável de acordo com a operadora (mesma operadora ou concorrente). Oscila dependendo dos horários (chamadas diurnas e noturnas) e dos dias (semana e final de semana). No VoIP, além de o custo ser muito mais baixo, a diferença é notada apenas nas chamadas de celular para fixo e nas ligações nacionais e internacionais. 

Agora que você sabe da história do Voip, o que é a telefonia em nuvem e as diferenças entre a telefonia convencional traga sua empresa para Nvoip. Entre em contato com a nossa equipe. Estamos esperando por você!

Compartilhar
Tags: voip

Este site utiliza cookies.