O organograma empresarial é um documento de extrema importância
Lívia Amorim

Lívia Amorim

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Organograma empresarial para pequenas empresas

Qual a estrutura da sua empresa? Você sabe o que é organograma empresarial? Defina qual a hierarquia e a organização do seu negócio. Com o organograma empresarial você pode definir qual é a estrutura da organização interna e formalizar tarefas de acordo com os setores. Vamos entender melhor!

O que é organograma empresarial

Organograma pode ser entendido como uma espécie de gráfico que representa qual é a organização interna e a estrutura organizacional da sua empresa. Assim são representadas as relações hierárquicas bem como a divisão de cargos e setores.

Um dos maiores objetivos de se ter um organograma empresarial bem claro e definido é facilitar o relacionamento entre os colaboradores e ter um time de sucesso! Assim, tanto os funcionários quanto os stakeholders, tem total ciência de qual é o seu papel dentro da empresa e o que se espera deles. Saberão também o que se espera deles e quais as pessoas com as quais tem relacionamento direto e indireto.

É certo que em empresas pequenas esse documento não está presente na maioria das ocasiões. Mas será que seria mais adequado elaborar um organograma? Quais seriam os impactos positivos e negativos? E qual o momento certo de elaborar esse documento? Vamos entender!

Organograma em pequenas empresas

Um dos maiores questionamentos é se pequenas empresas também devem fazer seu organograma. É verdade que em alguns casos não há a necessidade pela quantidade de funcionários e poucas funções. Mas vamos ver que existem diversos tipos de organogramas empresariais. Além disso, se você pensa em expandir a sua empresa, esse documento ajudará a organizar o processo de evolução.

No entanto, é preciso que antes de começar o organograma da sua empresa você descubra por onde começar. Você sabia que existem diversos tipos? Então analise o seu negócio e veja qual dos modelos abaixo mais se adequam ao seu caso.

Tipos de organogramas

Existem várias maneiras de representar a organização interna da sua empresa. Vamos conhecer os principais modelos. Assim você poderá definir qual o melhor.

Organograma Vertical

Esse é o modelo mais clássico. Nele representa-se a hierarquia da empresa de forma clara e objetiva. As principais posições estão sempre no topo. As posições que se encontram abaixo de todas as outras representam posições subordinadas e que não coordenam nenhum setor. As setas são responsáveis por indicar quais posições estão subordinadas à outras. Nesse tipo de organograma, explicita-se o nome de cada pessoa a representar os cargos. Especialmente útil para microempresas.

Organograma Funcional

O organograma funcional é muito similar ao vertical. Ele pode ser uma alternativa para empresas que estão começando a crescer. Pois nesse caso, ao invés de ser usado o nome da pessoa que representa cada função, utiliza-se os próprios nomes das funções. Essa é a única diferença entre esses dois modelos. Mesmo assim, um pode ser mais adequado do que outro para sua empresa.

Organograma Horizontal

O organograma horizontal é muito similar ao vertical. A diferença é que os cargos mais importantes encontram-se sempre mais à esquerda, enquanto que os cargos subordinados estão à direita. Se você quiser pode montar um organograma funcional horizontal, por que não?

Organograma Circular

Esse modelo é muito interessante, pois nele é possível especificar mais as funções ao mesmo tempo em que o trabalho em grupo é destacado. É possível perceber como o funcionamento de um setor depende de outro.

Organograma Linear de Responsabilidade

Esse é um modelo bem diferente de todos que citamos até agora. Neste caso, relaciona-se as atividades primordiais com quem as executa. Portanto, em uma tabela distribui-se em um eixo as atividades e em outro os cargos. É interessante elaborar uma legenda no caso de mais de um setor ser responsável por diferentes etapas da tarefa.

Organograma Matricial

Esse organograma ajuda na representação de unidades temporárias nas quais mais de uma área atuará. É bastante comum em empresas de grande porte e que realizam grandes projetos.

Como montar um organograma

Como você pôde perceber, existem variações. No entanto, algumas diretrizes podem contribuir na hora de montar o seu organograma empresarial. Um ótimo exemplo disso é compreender as partes que compõem esse sistema.

Componentes de um organograma

Os organogramas, em sua maioria, são compostos por linhas de comunicação, unidade e hierarquia, com exceção do organograma linear de responsabilidade. Nesse caso, não há linhas de comunicação, pois as marações são feitas com símbolos.

  • Linhas de comunicação são as linhas que interligam as unidades e indica que há uma hierarquia direta entre elas
  • Unidades são as caixinhas que contêm o nome do cargo ou da pessoa que o exerce
  • Hierarquia funciona sempre de cima para baixo (vertical), da esquerda para a direita (horizontal) ou do centro para fora (circular).

Passo a passo

Além de compreender bem o funcionamento do negócio, é preciso saber três coisas básicas.

1º – Saiba quais cargos cada funcionário exerce. Em empresas pequenas é bem comum que os funcionários exerçam mais de uma função, as vezes até em departamentos diferentes.

2º – Tenha claro quem lidera cada setor. Os níveis hierárquicos podem ser separados por cores diferentes para facilitar a compreensão.

3º – Após a elaboração do documento, é importante que seja apresentado a todos os colaboradores. O documento deve ser oficializado e estar sempre a vista de todos em um mural, por exemplo.

E atenção para dica: Procure fazer o seu organograma o mais objetivo e claro possível. Ele é um documento importante e deve ser de fácil compreensão, evitando confusões e perda de produtividade.

Os perigos de não ter uma organização interna

Existem muitas empresas que a organização hierárquica existe apenas na cabeça dos donos. Consequentemente acontece uma falta de comunicação imprescindível. É incompreensível pedir que os colaboradores sigam regras não oficializadas.

Além de dificultar a comunicação interna isso pode prejudicar a produtividade da sua equipe, por não entenderam a dimensão de uma tarefa. Além de não saberem como um setor está atrelado a outro. Ademais, podem ocorrer problemas disciplinares.

Está enfrentando problemas disciplinares na sua empresa? Descubra aqui como a ouvidoria interna pode te ajudar!

Percebeu como o organograma empresarial é um documento muito relevante? Principalmente para empresas que estão precisando se organizar ou repensar a distribuição de funções. Quer conhecer outro documento importe para o seu negócio? Você já ouviu falar da pesquisa de clima organizacional? Clique aqui e saiba como diagnosticar e melhorar o clima da sua empresa!

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn