Gere cada vez mais leads com essas técnicas que separamos para você
Lívia Amorim

Lívia Amorim

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

8 técnicas infalíveis para gerar leads

8 técnicas infalíveis para gerar leads
5 (100%) 3 voto[s]

Se você está aqui é porque quer dicas úteis que ajudam na geração de leads. E muitas vezes pensamos que precisamos de técnicas complicadas para alcançar esse objetivo, mas pode ser bem mais simples do que você imagina. 

Se você está disposto a investir no Inbound Marketing, a produção de conteúdo é essencial. Portanto, você vai observar que grande parte das dicas estão relacionadas à meterias informativos. Então vamos às dicas!

1 – Blog

Os blogs são ferramentas essenciais para quem busca gerar leads. É no blog que você publicará grande parte do conteúdo recorrente e onde pode aumentar o acesso orgânico. Afinal, quem hoje não busca por soluções no Google?

Por isso, esteja atento aos conteúdos e qual a relevância deles. Além disso, procure sempre criar o seu próprio material, evitando assim o plágio e, consequentemente, penalidade por parte do Google. Trabalhe bem as palavras-chave e os SEOs para aumentar a relevância dos seus artigos.

Assim, seus artigos podem ocupar uma das primeiras posições. Com isso, é mais provável que você conquiste visitantes frequentes. E são esses visitantes que têm potencial para virar leads quando começarem a se envolver mais com a marca.

Quer entender melhor como entender a diferença entre visitantes e leads? Acesse nosso outro artigo sobre O que é lead.

2 – Landing pages e CTA

Os CTAs devem estar presentes em qualquer conteúdo. São os famosos Call to Action, que significa, em tradução direta, “Chame para a ação”. É exatamente isso que deve ser feito: ao fim de um artigo, em um post nas mídias sociais ou em uma landing page.

Para que um CTA funcione bem, é preciso que as landing pages também sejam boas, transmitindo segurança e gerando curiosidade nos visitantes, de forma que já estejam abertos e dispostos à alguma ação quando lerem o CTA.

Uma ideia interessante para a construção de uma landing page é reunir conteúdos similares em uma única página, criando uma série de conteúdos, como vídeos ou cursos por email. É importante salientar que para gerar leads imediatamente nessas landing pages, o visitante precisa deixar alguma âncora de contato ou interagir de alguma outra forma com a marca. Portanto, os CTAs precisam estar adequados à essas ações, como no caso de chamar os visitantes para deixarem um e-mail para receberem um material. Ou, caso seja necessário, preencher um breve formulário.

3 – Formulários

Os formulários são ótimas maneiras de conseguir leads, mas é preciso saber qual utilizá-los e como aplicá-los. Afinal, dependendo da ação, um formulário pode ser visto como um empecilho para que o visitante complete a ação. Portanto, visitantes frequentes ou leads tendem a responder melhor a um formulário.

Peça as informações essenciais para que sua equipe de marketing possa entrar em ação e começar a nutrir aquelas leads, através de e-mails, anúncios e remarketing.

4 – Infográficos

Infográficos são conteúdos alternativos ou complementares a outros. Costumam ser bastante atrativos porque reúnem informações mais detalhadas ou numéricas, gráficos e comparações. Além disso, é possível ler os infográficos muito mais rápido do que um artigo em um blog ou um e-book. Por isso, eles são tão atrativos.

Garanta conteúdo de qualidade e, com certeza, os visitantes estarão dispostos a deixar o email em troca de material rico. São, geralmente, considerados

5 – Whitepaper

Os Whitepapers são materiais ainda não muito explorados, mas que podem trazer grande retorno. São um pouco mais elaborados que os infográficos e menos que os e-books. Costumam apresentar uma estrutura que serve de guia e apresenta um conteúdo mais específico e complexo.

Em geral, os whitepapers apresentam uma situação específica tratando de um problema. Em seguida, são abordadas sugestões e exemplos de empresas que solucionaram aquela questão. O conteúdo termina com uma conclusão.

Com os whitepapers é possível trazer mais valor para os conteúdos de fundo de funil, com um conteúdo mais direto e menos trabalhoso que os e-books.

6 – E-books

Esse material atrai muitos leitores. Os e-books são naturalmente considerados material de meio e fundo de funil. Mas nada impede que um visitante resolva baixar um e-book logo na primeira visita. Por isso, é interessante criar e-books com conteúdos variados, tanto de topo, quanto de meio e fundo de funil.

No entanto, por causa de seu design mais elaborado e tamanho, o e-book costuma dar mais trabalho. Dessa forma, pode não ser o melhor custo benefício, já que pode levar muito tempo para ser produzido com uma equipe enxuta. Portanto, outras estratégias podem gerar mais leads em primeira instância.

7 – Teste grátis

Você vende algum serviço, alguma plataforma ou quer fazer alguma promoção? Um teste grátis ou uma promoção de primeira compra pode atrair mais clientes e ainda por cima aumentar – e muito – as leads na sua base. Além de tudo, conhecendo a sua ferramenta, é muito mais provável que a lead se sinta mais segura para se tornar um cliente de fato.

8 – Extra

Existem muitos outros conteúdos que podem ser produzidos para atrair leads. Podemos citar vídeos, leitura de texto do blog, webinar, podcast, templates, etc. Enfim, a lista é gigante. Escolha o que mais se adequa à sua estratégia de marketing e não esqueça que não basta apenas captar leads, é preciso nutri-las durante toda a sua jornada de compra.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn