a importância das métricas reais no marketing digital
Lívia Amorim

Lívia Amorim

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Métricas reais X Métricas de vaidade

Métricas reais X Métricas de vaidade
5 (100%) 15 votos

[fluid][html ]Você sabe quais são as métricas de vaidade? E quais são as métricas reais? Vamos descobrir quais métricas devem ser usadas nas empresas e assim, entender porque as métricas de vaidade não devem ser os principais números de análise.

As métricas têm por objetivo transformar dados em ações estratégicas que cumprem uma finalidade. Através das métricas é possível descobrir falhas e transformar estratégias a fim de melhorar e aperfeiçoa-las para alcançar as metas pré-estabelecidas. Quer saber mais sobre esse assunto? Continue com a gente!

Métricas de vaidade

As métricas de vaidade são métricas que devem ser acompanhadas, mas que não devem ser as principais métricas para a tomada de decisão de uma empresa. Elas são muito chamativas aos olhos. Por vezes, encantam as pessoas e podem atrapalhar o desempenho de algumas empresas e, consequentemente, influenciar no seu espaço no mercado.

Parâmetros como número de visualizações, quantidade de seguidores e likes são algumas das principais métricas de vaidade que podem ser citadas. Quer conhecer outras? Então clique aqui e entenda por que as métricas de vaidade levam ao falso encantamento!

Métricas reais

As métricas reais, ao contrário das métricas de vaidade, ajudam a empresa a atingir objetivos. Pois são números que implicam na tomada de decisão da empresa para que ela continue investindo na mesma estratégia ou faça uma reanálise e mude a forma de abordagem.

Entenda quais números você deve acompanhar para entender o crescimento do seu negócio e medi-lo corretamente.

Cenários e comparações

Vamos destacar duas métricas de qualidade mais comuns e comprará-las com métricas reais relevantes.

Cliques x Engajamento

Muitas vezes pensa-se que a quantidade de cliques é extremamente importante e acredita-se na confiabilidade desse dado, mas saiba que esse é uma das métricas de vaidade mais comuns e que não deve servir de guia para a sua empresa.

É verdade que é preciso fazer uma análise e comparativo dessas informações, mas esse está longe de ser o dado mais relevante quando se trata da sua página ou backlink.

A quantidade de cliques ajuda a saber o alcance atingido e a quantidade de pessoas que acessam o seu site por exemplo. No entanto, a taxa de permanência e de rejeição são parâmetros mais palpáveis e que impulsionam a sua empresa a alcançar o que busca. Caso a taxa de rejeição seja muito alta é preciso analisar o que pode estar provocando essa reatividade. De nada adianta ter muitos cliques se a maioria das pessoas não permanece na sua página. Isso significa que o conteúdo não está interessante e alterações são requisitadas.

Assim, tenha cuidado, por exemplo, ao prometer algo que não pode cumprir. Use títulos que são chamativos e verdadeiros. Pode prometer, mas só prometa se conseguir cumprir. Ou seja, não use os famosos clickbaits; o objetivo é conseguir cliques a todo custo, mas a taxa de rejeição será imensa, consequentemente. Você se distanciará cada vez mais das métricas reais e, também das vendas.

Pageviews x Quantidade de visitantes

Outro parâmetro que faz parte das métricas de vaidade são as pageviews.  É extremamente relevante que a quantidade de visitantes aumente, mas esse número não é obtido com a pageviews e sim com a quantidade de visualizações ou visitantes da página.  Do que adianta ter um número enorme de acessos se todos eles são obtidos por um número pequeno de visitantes e as pessoas não retornam à sua página? É um alerta vermelho, pois indica que não houve cativação. Portanto, é necessário ter recorrência e trabalhar em cima desses dados.

Mas então, agora que você já sabe porquê não deve usar métricas de vaidade, quais são as métricas reais que devem ser usadas? Três você já conhece: Taxa de permanência, taxa de rejeição e quantidade de visitantes. Quer saber quais outras métricas você deve usar? Então vamos falar sobre mais cinco agora.

Quais métricas usar?

Você já percebeu a relevância da taxa de permanência e também da recorrência de visitantes em sua página. Por serem números representativos da realidade, ajudam a empresa a repensar estratégias e a alcançar seus objetivos . Conheça agora mais três métricas reais que você deve usar.

Taxa de conversão

A taxa de conversão é talvez a métrica mais relevante, ao menos inicialmente. A partir desses dados é possível saber quanto do tráfego realmente tem pago as suas contas. As vezes, o objetivo da conversão pode não ser realizar as vendas; Pode ser o download de um e-book, por exemplo, para gerar leads ou mesmo o redirecionamento para outra página a fim de aumentar o tráfego. Por isso é necessário definir objetivos, como você vai ver mais abaixo!

ROI

ROI significa retorno sobre investimento. Ele é obtido através de um cálculo básico:

Métricas reais: ROI
 

Mas atenção: esse cálculo é mais complexo e é diferente para mídias sociais.

O cálculo que apresentamos pode ser usado de forma abrangente ou específica. Ou seja, é possível medir o retorno de investimento em alguma área particular da empresa ou saber o seu desempenho geral.

CAC

O CAC – custo de aquisição por cliente – é com conceitos simples de se compreender, além de ser muito importante para as empresas. Através do CAC é possível calcular o valor gasto por cliente, ou seja, quanto está sendo investido na aquisição de cada novo cliente.

Dessa forma, tem-se controle financeiro e o valor expresso em números sobre o desempenho da sua empresa em na conquista dos clientes. O ROI é o cálculo realizado para obter-se tal resultado. Através desse cálculo é possível saber o Retorno Sobre Investimento e definir numericamente o quanto a empresa está lucrando. Ele é medido através dessa fórmula:

Conheça agora o que é Lifetime Value, outra métrica real.

Lifetime Value

Com essa métrica é possível definir o quanto um cliente vale pra você, pois estima o lucro líquido de um cliente. Um alto LTV indica uma alta qualidade nas experiências do cliente. Consequentemente, a probabilidade de aumentar a taxa de conversão e de retensão também aumenta. Mas um baixo LTV indica que a empresa deve investir mais na qualidade de relacionamento com o cliente para garantir o reconhecimento de marca.

Quer calcular o LTV? Vamos lá!

métricas reais: LTV
 

Conversão do funil de vendas

Por último, mas mais importante: a taxa de conversão no funil de vendas. Os funis de venda são geralmente conhecidos assim:

  • Topo de funil – Fase de conhecimento.
  • Meio de funil – Fase de consideração.
  • Fundo de funil – Fase de compra/decisão.

O objetivo de toda estratégia de marketing é conseguir mover o lead em direção ao fundo de funil. É claro que uma vez no fundo de funil, o cliente pode continuar consumindo o seu produto e voltar a percorrer o funil mesmo tendo escolhido a sua marca como mais qualificada apara atendê-lo. O objetivo é sempre cativar os clientes potenciais, mas também os clientes conquistados. É possível conseguir isso com KPIs e também com a criação de conteúdos relvantes para os seus clientes.

Agora você sabe a diferença ente métricas de vaidade e métricas reais. Gostou do conteúdo? Assine a nossa newsletter acompanhe nossas publicações!

A Nvoip é uma plataforma e telefonia em nuvem que lhe permite contratar números virtuais, 0800, 4003 em mais de 73 países do mundo sem burocracias.

Central de Atendimento

São Paulo – (11) 4118-6267
Rio de Janeiro – (21) 2018-1009
Belo Horizonte – (31) 3614-3584
Outras localidades – 0800 878 3122

Nvoip © 2019. Todos os direitos reservados.

Endereço: Av. Presidente Costa e Silva, 2059, São Pedro – Juiz de Fora – MG – Brasil