Vendas: 0800 878 3122 | Suporte:
  • English

VC1 VC2 e VC3: o que é?

Quando se trata de telefonia, você já deve ter ouvido falar sobre VC1, VC2 e VC3.

A sigla “VC” indica Valor de Comunicação, e como o próprio nome sugere, é um valor pago pela ligação. Estes valores podem ser dividios em três categorias diferentes, dependendo da origem e destino da ligação.

Já sabendo o conceito, fica mais fácil de entender mais sobre o assunto. Continue a leitura e entenda a diferença entre os tipos de cobrança!

VC1

VC1 significa Valor da Comunicação 1. Esse tipo de chamada consiste em uma ligação realizada por um telefone fixo ou móvel para um número de destino móvel. Nesse tipo de ligação, o código de área dos dois números é o mesmo. Assim, o VC1 também é conhecido como ligação local. Trata-se do tipo de ligação mais barato entre as operadoras tradicionais.

Para ficar mais claro, quer tal um exemplo?

Imagine que você tem um número de São Paulo no qual o DDD é 11 e você realiza uma ligação móvel para um outro número de celular também com DDD 11, exatamente igual ao seu. Nesse caso, você está fazendo uma ligação VC1.

VC2

Já o VC2 ou, Valor de Comunicação 2, a chamada é realizada para um número móvel no qual apenas o primeiro dígito do código de área é igual entre os números. Ou seja, a ligação é feita para um número que está na mesma Área de Mobilidade.

Portanto, caso a ligação originária seja DDD 17, qualquer DDD no qual o primeiro dígito seja 1 e o segundo seja diferente de 7, trata-se de uma ligação VC2.

Vamos ao exemplo:

Um número com DDD 17 realiza uma chamada para um segundo número com DDD 19. Ou mesmo um número com DDD 31 realiza uma chamada para um número com DDD 32. Esses são exemplos de ligações do tipo VC2.

VC3

No caso do Valor de Comunicação 3, o primeiro dígito do DDD de ambos os telefones é diferente. Não importando se o segundo número é igual ou não, já que o primeiro dígito indica Áreas de Mobilidade diferentes. Portanto, trata-se de um tipo de ligação interurbana.

Por exemplo:

Uma pessoa efetua uma ligação de origem no qual o DDD é 61 e realiza uma chamada para o DDD 73.

Uma ligação VC3 é a mais cara entre as operadoras tradicionais. Muitas vezes é possível encontrar pacotes e planos que incluam a ligação interurbana, mas é sempre preciso estar atento.

Diferenças entre VC1, VC2 e VC3

Já sabemos que as ligações VC1, VC2 e VC3 diferenciam-se com relação à distância da origem e destino da chamada. Por isso, cada uma delas terá uma cobrança e valor diferente, dependendo do plano e da operadora.

Portanto, é possível ter três tipos de cobranças diferentes. Pois, VC1 trata-se do que conhecemos como ligação local, VC2 ligação interurbana regional e VC3 interurbana nacional.

Assim, trazemos algumas informações importantes quanto às cobranças. Veja só!

Você deve gostar também:  Dá para confiar na telefonia Voip? Descubra aqui!

Cobrança ligação VC1

Atualmente, uma ligação de telefone fixo para móvel VC1 está em torno de R$0,12/minuto sem imposto;

Uma ligação VC1 é cobrada, como na maioria dos casos, por minuto de chamada.

A cadência de cobrança é 3/30/6. Funciona assim: os 3 primeiros segundos da ligação são gratuitos e a partir do 4° inicia-se o primeiro ciclo de cobrança. Esse ciclo dura até os 30 segundos de ligação. A partir dos 31 segundos, a cobrança é fracionada a cada 6 segundos.

Esse ciclo de cobrança é padrão, portanto é a mesma para planos pré e pós pagos de qualquer operadora na telefonia tradicional.

Mas é sempre bom estar atento, pois os valores variam dependendo se a origem da chamada é de um telefone fixo ou móvel.

Em caso de dúvida, o ideal é sempre consultar a operadora.

Cobrança ligações VC2 e VC3

As ligações VC2 e VC3 são consideradas ligações de longa distância.

O ciclo de ligação é o mesmo: 3/30/6. Porém, os valores de cobrança são mais altos.

No geral podemos dizer que ligações de fixo para móvel VC2 estão em torno de R$0,39 / minuto. Já as ligações de fixo para móvel VC3 estão em torno de R$0,45 / minuto.

Mas atenção! Esses são valores aproximados. Para saber o valor correto do plano é necessário consultar cada operadora e o plano contratado.

vc1 vc2 e vc3

Código de Seleção de Prestadora

Uma outra diferença entre as ligações VC1, VC2 e VC3 trata-se da necessidade de incluir o Código de Seleção de Prestadora (CSP) e o DDD antes do número de destino.

Quando realizamos uma ligação local, basta digitar o número de destino. Porém, ao realizar uma chamada de longa distância é preciso estar atento.

O emissor da chamada deve digitar:  

0 + (CSP) + DDD + número de telefone de destino.

Somente assim é possível obter descontos das chamadas ou mesmo completar a ligação.

Por exemplo, suponhamos que você está em Brasília e deseja realizar uma chamada para o Rio Grande do Sul, no qual o DDD é 51.

Você deve digitar: 0 + (CSP) + 51 + número de telefone de destino.

Lembrando que o CSP varia de acordo com a operadora. Sendo assim, é necessário atentar-se antes de realizar chamadas de longa distância para inserir o Código de Seleção de Prestadora correto.

Afinal, algumas operadoras podem completar a ligação sem o CSP o que acarreta ligações muito mais caras.

Mas as variáveis não param por aí. As operadoras convencionais ainda podem cobrar por um adicional de chamadas do usuário de telefonia móvel para ligações VC1, VC2 e VC3.

Isso pode acontecer quando uma chamada é realizada ou mesmo recebida quando o número estiver em roaming nacional ou internacional.

Entenda com mais detalhes quando essa cobrança poderá aparecer na conta e evite sustos.

Roaming e o adicional de chamadas

Roaming é o termo que define quando uma linha móvel é ativada fora da sua área de cobertura ou área de concessão, tanto nacional quanto internacionalmente.

Portanto, qualquer número em roaming paga para receber qualquer chamada, seja ela VC1, VC2, VC3 ou internacional.

No roaming nacional, caso a linha esteja em um local no qual o DDD é diferente do número em questão, ele estará em roaming.

Você deve gostar também:  Como utilizar o VoIP em sua pesquisa de satisfação

Sendo assim, qualquer chamada realizada será considerada VC2 ou VC3 e será acrescida do Adicional de Chamadas (AD).

E tem mais…

Além do AD será cobrado o DSL1 (Deslocamento de Chamada 1), quando o número que receber a chamada estiver dentro da sua Área de Mobilidade.

Já o DSL2 (Deslocamento de Chamada 2) será aplicado quando estiver fora da Área de Mobilidade.

Veja um exemplo:

Um número de DDD 11 está em roaming no local de DDD 17. O primeiro número do DDD é igual, portanto, está dentro da Área de Mobilidade. Será cobrado o DSL1.

Mas se esse número está em roaming no local de DDD 28, está fora da sua Área de Mobilidade. Dessa forma, será cobrado o DSL2.

Atualmente, as operadoras convencionais brasileiras não costumam cobrar o adicional de chamadas (AD) quando o roaming é feito na própria área de concessão. Contudo, o valor de Deslocamento será sempre cobrado.

Mas será que podemos simplificar e diminuir as cobranças das ligações VC1, VC2 e VC3?

VC1, VC2 e VC3 no VoIP

Depois de entender as principais diferenças entre as ligações VC1, VC2 e VC3, você vai entender porque as empresas precisam da telefonia VoIP caso queiram economizar.

VoIP é uma tecnologia baseada em Cloud Computing, na qual os dados de voz são enviados através da internet. Basta ter uma conexão com a internet e um aplicativo (softphone) para realizar e receber chamadas.

A cadência de cobrança segue 3/30/6, a mesma aplicada na telefonia convencional. Mas as semelhanças param por aí.

Geralmente, as empresas de VoIP não diferenciam VC1, VC2 ou VC3, uma vez que é cobrado um valor padrão para ligações móveis e fixas.

Além disso, não é preciso inserir nenhum Código de Seleção de Prestadora (CSP) e nem se preocupar com valores adicionais ou de deslocamento.

Suponhamos, novamente, que você deseja realizar uma chamada VC2 ou VC3 para um telefone móvel do Rio Grande do Sul, no qual o DDD é 51.

Portanto, basta digitar o número 0, o DDD e o número de telefone de destino.

Bem simples: 0 + 51 + número de telefone de destino.

E não importa onde esteja, as ligações com a telefonia em nuvem serão sempre mais simples e mais baratas.

Afinal, o sistema de cobrança é muito mais simples; basta saber qual o valor da tarifa de ligação fixa e ligação móvel do seu plano contratado.

 Nada de sustos e cobranças abusivas. O preço será sempre o mesmo, independente da distância nacional.

Por isso e pelas tantas outras vantagens, o VoIP é a melhor opção para empresas, pois garante mais qualidade nas chamadas e preços previsíveis e diferenciados.  

E pode ficar ainda melhor! Com uma plataforma de comunicação por voz você pode automatizar discagens e integrar com diversos sistemas.

Com a plataforma da Nvoip você pode gerenciar todas as chamadas, extrair relatórios completos em tempo real e fazer toda a gestão da telefonia em um único lugar.

Chega de se preocupar com gastos das ligações VC1, VC2 e VC3.

Converse agora com um de nossos vendedores e conheça o plano perfeito para a sua empresa ou pague apenas pelo que usar.

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com