As incríveis aplicabilidades do machine learning no mundo da tecnologia e do negócio
Lívia Amorim

Lívia Amorim

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Machine Learning

Machine Learning
5 (100%) 3 votos

Você já deve ter ouvido falar em Machine Learning. E, com certeza, sabe o que é inteligência artificial. Pois hoje você vai entender de uma vez por todas o que é Machine Learning. Saiba como a tecnologia de aprendizagem de máquinas está mudando o mercado!

O que é Machine Learning


Machine Learning é uma subárea da inteligencia artificial, pois a própria máquina é capaz de aprender através de algoritmos que reconhecem padrões e assim, é capaz de fazer previsões.

A máquina pode aprender com ou sem supervisão, além de ser capaz de interpretar fatos para gerar resultados no futuro. Assim, analisando o que funciona e o que dá errado, a máquina compartilha seus aprendizados com a rede.

Como tudo começou

O começo de tudo foi em 1959 quando Arthur Samuel, engenheiro do MIT, criou o termo após ter comprovado que é capaz atribuir ao computador “a capacidade de aprender sem que ele seja programado para tal”. Samuel verificou que após jogar várias partidas de dama com adversários humanos, o computador era capaz de aprender e aperfeiçoar o seu desempenho.

Portanto, para finalizar, de acordo com as palavras de François Chollet:

Machine Learning é um novo paradigma de programação.

François Chollet

Pareceu confuso? Então vamos compreender melhor.

Machine learning vs. programação clássica

Na programação clássica, o programador desenvolve regras de programação que processam dados com o objetivo de obter respostas úteis ao usuário. Mas em Machine Learning ocorre uma certa inversão de processos. Pois a máquina é capaz de aprender os dados da programação clássica. Porém ao invés de obter dados que levam a resposta, a própria máquina já alcança as respostas.

Em consequência disso, obtêm-se regras que podem ser aplicadas a novos dados para produzir respostas originais. Por isso, o paradigma que Chollet mencionou!

Ao invés da máquina simplesmente obedecer a comandos programados, ela é treinada para aprender. Tudo isso funciona de acordo com a definição formal de Tom M Mitchell:

A computer program is said to learn from experience E with respect to some class of tasks T and performance measure P, if its performance at tasks in T, as measured by P, improves with experience E.

Tom M. Mitchell

Ou, traduzindo:

“Um programa de computador aprende pela experiência E, com repeito a algum tipo de tarefa T, se sua performance P nas tarefas em T, na forma medida por P, melhoram com a experiência em E.”

Não é à toa que colocamos essa definição aqui. Ela é a base para compreendermos o funcionamento do machine learning.
Vamos entender com um exemplo?

PneumoCad

Uma pesquisa coordenada pelo Prof Dr Leandro Oliveira produziu um software chamado PneumoCad. Ele é capaz de identificar pneumonia em crianças de até dois anos.

Funciona da seguinte maneira: Basta que o médico tenha um computador com acesso à internet e insira os dados do paciente com um anexo da foto do raio-X. Assim, o software consegue diagnosticar o paciente.

Esse diagnóstico é feito conforme aprendizagem que a máquina foi capaz de realizar a partir da análise de várias fotos de raio-X em seu banco de dados. Quanto mais fotos, mais precisa será a análise.

Portanto, utilizando a linguagem de Tom M Mitchell podemos compreender que o PneumoCad aprende pela experiência de analisar as imagens de raio-X inseridas em seu banco de dados, com respeito à tarefa de diagnosticar se há ou não a presença de pneumonia. Se a porcentagem de acertos do pneumocad melhoram conforme analisa mais imagens de raio-X, então temos um belo exemplo de Machine Learning.

A aprendizagem de máquina está preocupada com a questão de como construir programas de computador que melhoram automaticamente com mais e mais experiências.

Tom M Mitchell

Aplicações do Machine Learning

Como você pode imaginar, são inúmeras as aplicações dessa tecnologia. Assim como o PneumoCad contribui para a medicina, existem vários outros softwares capazes de contribuírem em diversas áreas.

De acordo com um relatório da empresa Gatner, até 2020, as tecnologias de inteligência artificial como a aprendizagem de máquina, estarão presentes em quase todos os novos produtos e serviços de software. Então se esse é seu ramo, fica esperto. Imagine só se destacar no mercado com o apoio dessa tecnologia!

Dentre as inúmeras aplicabilidades nós podemos citar:

  • Navegação inteligente (apps como Google e Waze)
  • Cruzamento de dados para identificar erros, falsificações, etc
  • Análise de documentos
  • Bots para atendimento ao cliente
  • Reconhecimento de voz (assistentes como Siri, Cortana ou Alexa)
  • Manutenção preditiva
  • Segurança de TI
  • Diagnósticos de Saúde

Enfim, são inúmeras as aplicabilidades! No entanto, o mercado ainda enfrenta alguns desafios com relação ao Machine Learning! A falta de profissionais qualificados é uma delas, mesmo com a possibilidade de formação online.

Mas se aplicar essa tecnologia na sua empresa é um sonho ainda distante, saiba que revolucionar a sua telefonia é uma realidade. Entenda porque você deve ter um número virtual na sua empresa!

O que achou desse artigo? Então você vai gostar dos nossos artigos sobre tecnologia. Tá esperando o que? Dá uma olhada lá!

A Nvoip é uma plataforma e telefonia em nuvem que lhe permite contratar números virtuais, 0800, 4003 em mais de 73 países do mundo sem burocracias.

Central de Atendimento

São Paulo – (11) 4118-6267
Rio de Janeiro – (21) 2018-1009
Belo Horizonte – (31) 3614-3584
Outras localidades – 0800 878 3122

Nvoip © 2019. Todos os direitos reservados.

Endereço: Av. Presidente Costa e Silva, 2059, São Pedro – Juiz de Fora – MG – Brasil